I love interfaces.

Yep! I adore all the pixels that stand between the user and the code.

Os ‘product placements’ da série The Big Bang Theory

De álcool gel a Activia

The Big Bang Theory

Sou fã absoluta de The Big Bang Theory e é claro que já notei uma lista grande de product placements durante todas as temporadas da série. E enquanto aqui no Brasil estamos acostumados a ver aquelas inserções grotescas e absurdas nas novelas, não tem como não dar valor aos produtos que Sheldon e seus amigos citam durante os episódios de forma tão criativa e adequada. O post é sobre isso, é claro!

Nota: ‘product placement’ é conhecido no Brasil como o famoso merchandising (ou simplesmente merchan), mas é um termo incorreto para descrever essas inserções de produtos em produções áudio-visuais. Assim sendo, vou tratar pelo nome gringo por ser mais adequado. ;-)

Reuni neste vídeo algumas menções marcantes durante essas cinco temporadas!

O melhor disso tudo é que, dentre todas essas cenas que coloquei no vídeo, nenhuma me incomodou como espectadora, nem saiu do contexto da série. Pelo contrário, pois souberam aproveitar tão bem as características dos persongens, que me fizeram rir e ganharam milhares de elogios entre os fãs, virando exemplo de bons product placements.

Kudos

Só quem realmente assiste e conhece os personagens sabe que apenas Dr. Sheldon Cooper poderia dizer que não gosta que o Windows 7 seja mais user friendly ou que ele admiria que Raj consiga criar uma relação com uma máquina. Detalhe: neste último, ele nem citaram “iPhone” durante o episódio, apenas o nome Siri.

Tudo isso sem contar as menções a comic books, colecionários (como Lanterna Verde, Hulk, Star Wars, Star Trek, action figures, filmes, séries, DVDs,…), jogos de tabuleiro, cartas, videogames (Rock Band, Halo, Zelda, Red Dead Redemption, World of Warcraft,…) e, é claro, a própria Cheesecake Factory.

O episódio em que Raj fala com a Siri foi mencionado em praticamente todos os sites de tecnologia que conheço, e isso = publicidade.

Em pesquisa da Nielsen — uma das maiores empresas de pesquisa do mundo — a série TBBT apareceu com destaque no quesito “product placement mais lembrado pelo público em 2011”. Comprovado em números!

Prova também que mesmo fazendo diversas propagandas dentro dos episódios, não é preciso fazer inserções irrelevantes, forçadas e falsas para ganhar um dinheirinho (ão, na verdade) e conseguir manter os salários milionários da seus atores. E digo mais: o tipo de propaganda que não importa o meio onde a pessoa assista: na TV aberta, na TV a cabo, no TiVo, via iTunes, em DVD, nos EUA, no Brasil, baixando torrents ou mesmo no YouTube… estará sempre lá.

Bem melhor que um comercial chato e repetitivo durante os intervalos, não acham?

E assistam. A série teve seus altos e baixos, mas continua ótima. o/

Compartilhar

Comentar

O único critério de moderação é o bom senso… ;-)

@larissaherbst
/lariherbst
feed (rss)
capacitor de fluxo
  1. Falando de Steve Jobs, essa é para os loucos

    Falando de Steve Jobs, essa é para os loucos
  2. Personagens queridos nas séries de antes e depois

    Personagens queridos nas séries de antes e depois
  3. 1, 2, 3: Limbo, Scandal e History in Pics

    Limbo, Scandal e History in Pics